Viveka-Chudamani - A Jóia Suprema da Sabedoria

€16.70

Autor: Shankara

Tradução/Comentários: Murillo N. de Azevedo

Editora: Teosófica, Brasília, Brasil

Ano: 2011. Segunda edição.

Páginas: 205

Estado: Novo. Capa mole.  

ISBN: 85-85961-61-9

“A liberação não pode ser alcançada, exceto pela direta percepção da identidade com o universal. …O conhecimento de que Brahman (o supremo espírito) e Atma (o espírito no homem) são um e o mesmo é o verdadeiro conhecimento de acordo co os Vedas”.

Nesta importante obra do pensamento filosófico da Índia (…) Shankara apresenta-nos uma lúcida e clara essência da Vedanta Advaita. Vedanta é a meta dos Vedas, e Advaita significa não dual. Assim, este sistema é uma visão da totalidade (Brahman), uma genuína cognição holista.

O ponto central da Vedanta Advaita é a identidade fundamental entre Atma e Brahman. Atma é o Todo presente no “coração” do homem. E a libertação da ignorância fundamental (avidya) se dá quando essa compreensão é uma experiância real. O homem de discernimento conhece a forma essencial de Atma, a qual é a verdade suprema.

Shankara ampliou a apresentação feita por Gaudapada, nos comentários da Mandukya Upanishad, e tornou-se o grande expoente da Vedanta Advaita. O Viveka Chudamani é uma excelente introdução para a visão filosófica de Shankara e para o estudo da Vedanta - um dos pontos focais da filosofia da Índia, juntamente com o Budismo Mahayana.

Esta edição conta com a tradução e os comentários de Murillo N. de Azevedo, que serão de auxílio para a reflexão do leitor.

(Reproduzido da contracapa)