Confúcio - Vida e Doutrina, Os Analectos

€19.00

Autor: Múcio Porphyrio Ferreira (org.)

Editora: Pensamento, Brasil 

Páginas: 114

Estado: Como novo. Capa mole. Livro Raro.

ISBN: 9788531500091

Depois de ter estudado com vagar “Os Analectos”, o leitor de língua portuguesa descobrirá por si mesmo por que os chineses há séculos vêm lendo, anotando e decorando os ricos ensinamentos desse livro tão precioso com a mesma atenção e assiduidade com que nós outros lemos a Bíblia.

Da vida de Confúcio pouco se sabe senão por aquilo que ele próprio nos revelou em diferentes passagens de “Os Analectos” (“Aos quinze anos, aplicava-me ao estudo da sabedoria; aos trinta, andava, com passos firmes, no caminho da virtude; aos quarenta, tinha a inteligência perfeitamente esclarecida; aos cinquenta, conhecia as leis da Providência; aos sessenta, compreendia, sem necessidade de refletir, tudo o que ouvia; aos setenta, por seguir os desejos de meu coração, não transgredi regra alguma.”), volume enfeixado pelos discípulos logo depois da morte do filósofo.

Como os gregos da Antiguidade, que desenvolveram o conceito de educação integral do homem, Confúcio preocupou-se com a educação do carácter. Rejeitando a idéia de recompensa, defendeu que o nosso propósito reside em fazer o bem e em aprender que o resultado da caminhada pelo Reto Caminho é a alegria. Para Confúcio, moralmente responsável é aquele que pensa com a própria cabeça.

(Reproduzido da contracapa.)